6 modalidades para você!


 
Boxê chinês:
Os historiadores acreditam que o boxe chinês iniciou-se alguns séculos atrás quando as lutas corporais se tornaram uma prática popular na China. No início não existiam regras e as lutas terminavam sempre com ferimentos graves ou a morte de um dos lutadores.
Com o tempo o boxe chinês passou a se tornar um esporte, sendo atribuídas regras, equipamentos de proteção e técnicas de finalização, como: chaves, estrangulamentos, cabeçadas, etc.
Desta forma as lutas adquiriram um formato mais dinâmico e menos violento, reduzindo os riscos de lesar o adversário.
 
Kung Fu Wushu:
Esta modalidade pode ser realizada individualmente ou em grupo, usando técnicas selecionadas com as mãos, bastão, espada, lança facão, etc. O Wushu Taolu pode ser praticado por qualquer idade de acordo com suas técnicas e estilos escolhidos. Trás como benefícios a melhora do condicionamento físico, aumento das habilidades, além de cultivar entre seus ensinamentos a boa disciplina e o respeito.
 
Jiu Jitsu:
A arte marcial, de origem japonesa, trabalha sem armas, aperfeiçoando o corpo para lutas no chão, e ensinando concentração, paciência e precisão para seus praticantes.
O Jiu-Jitsu é baseado em sistemas de alavancas e estrangulamentos, as quais possibilita a vantagem da técnica sobre a força.
 
Aikido:
O Aikido tecnicamente é baseado em movimentos circulares e sem o uso de força física, aproveitando a energia do ataque do seu oponente utilizando técnicas de projeções e/ou torções nas articulações do corpo. É uma arte marcial sem competições, onde o foco principal é o aperfeiçoamento próprio e constante, permitindo que os seus praticantes melhorem a cada treino.
O aikido é, frequentemente, traduzido como "o caminho da unificação (com) da energia da vida", ou "o caminho do espírito harmonioso".
 
Tai Chi Chuan:
O tai chi chuan tem suas raízes na China, sendo, atualmente, uma arte praticada no mundo todo. É apreciado no ocidente especialmente por sua relação com a meditação (tao yin) e com a promoção da saúde, oferecendo, aos que vivem no ritmo veloz das grandes cidades, uma referência de tranquilidade e equilíbrio.
 
Os criadores do tai chi chuan basearam sua arte na observação da natureza - não apenas na observação dos animais, mas também no estudo dos princípios da interação entre os diversos elementos naturais.
 
Dança do leão:
A Dança do Leão é uma tradição da cultura chinesa, na qual os praticantes entram em treinamento intenso, pois são muitos passos e movimentos complexos de corpo que formam a sua base, juntamente com o uso de vários instrumentos de percussão que formam os ritmos para acompanhar esta dança.
 
O leão é tradicionalmente considerado como uma criatura guardiã em muitas culturas asiáticas. Ele é representado na tradição budista como a montaria de Manjusri. A dança do leão é realizada em muitas culturas asiáticas, incluindo China, Japão, Vietnã, Coreia, Taiwan e Tailândia, entre outros, cada país possuindo seu estilo e propósitos próprios.
 
 
Veja também:
6 tipos de lutas que ajudam a definir o corpo
Artes marciais para a terceira idade
Como se alimentar antes e após os treinos
Importância do aquecimento na atividade física
Conheça os benefícios do Jiu Jitsu para o corpo